Negocio

O que é diversificação de negócios? – Estratégias, Definição e Exemplos

O que é diversificação?

A diversificação ocorre quando uma empresa desenvolve um novo produto ou se expande para um novo mercado. Freqüentemente, as empresas diversificam para gerenciar o risco, minimizando os danos potenciais aos negócios durante crises econômicas. A ideia básica é expandir para uma atividade empresarial que não reaja negativamente às mesmas recessões econômicas que sua atividade empresarial atual. Se uma de suas empresas está tendo um sucesso no mercado, uma de suas outras empresas ajudará a compensar as perdas e manter a empresa viável. Uma empresa também pode usar a diversificação como estratégia de crescimento.

Estratégias para Diversificação

Existem diferentes estratégias de diversificação que uma empresa pode empregar. Vamos dar uma olhada em algumas das estratégias principais.

Nossa primeira estratégia é a diversificação concêntrica. Uma empresa pode decidir diversificar suas atividades expandindo-se para mercados ou produtos relacionados aos seus negócios atuais. Por exemplo, uma empresa automotiva pode diversificar adicionando um novo modelo de carro ou expandindo para um mercado relacionado, como caminhões. Uma vantagem dessa abordagem é a sinergia que pode ser criada devido aos produtos e mercados complementares. Além disso, a expansão pode ser relativamente fácil porque as habilidades e conhecimentos para administrar o novo negócio são semelhantes aos que a empresa já possui.

Outra estratégia é a diversificação de conglomerados. Se uma empresa está se expandindo em setores não relacionados ao seu negócio atual, ela está se engajando na diversificação do conglomerado. Por exemplo, a empresa automobilística que discutimos pode decidir entrar no ramo de informática, pasta de dente, imobiliária e de móveis. A diversificação de conglomerados é um bom meio de gerenciar riscos, desde que seja possível gerenciar cada negócio de maneira eficaz, o que nos leva a uma desvantagem. A administração pode não ter as habilidades ou experiência para gerenciar os novos empreendimentos.

Embora você possa contratar novos gerentes, ainda haverá problemas administrativos com a gestão de diferentes tipos de negócios, como a competição entre os diferentes negócios por recursos.

As empresas também podem se envolver na integração vertical. É quando uma empresa diversifica comprando ou abrindo negócios que abastecem seus negócios originais com matérias-primas, equipamentos, peças e serviços. Basicamente, você está tentando controlar o máximo possível dos estágios de produção removendo os intermediários. Por exemplo, nossa empresa automotiva pode decidir comprar uma empresa de pneus e várias empresas de autopeças para que ela controle toda a sua cadeia de suprimentos. Uma grande desvantagem da integração vertical é o risco extremo. Se as vendas de automóveis despencarem, a demanda por peças automotivas também despencará.

Finalmente, temos diversificação horizontal. Sua empresa se engaja na diversificação horizontal, expandindo-se para um novo negócio no mesmo estágio de produção de seu negócio principal. O novo negócio pode estar relacionado ou não. Por exemplo, se você é um varejista de eletrônicos, pode comprar uma loja especializada em roupas ou um supermercado. Mesmo que o novo negócio não esteja relacionado ao negócio original, ele ainda está no estágio de varejo.

Resumo da lição

Uma empresa se diversifica ao se expandir para um novo produto ou mercado. As empresas podem buscar a diversificação como meio de crescimento ou como meio de gerenciar riscos. As empresas podem diversificar por concentração, conglomeração, integração vertical ou integração horizontal.

Resultados de Aprendizagem

Ao terminar esta lição sobre diversificação de negócios, você pode estar preparado para:

  • Expressar conhecimento de diversificação, incluindo sua finalidade
  • Entenda por que uma empresa pode escolher diversificar
  • Discuta as quatro maneiras pelas quais as empresas podem diversificar