Psicologia

Atividades de aprendizagem socioemocional para a sala de aula

Desenvolvimento Social e Emocional

Grande parte do foco da educação moderna é ensinar fatos às crianças, como o ano em que a Carta Magna foi assinada ou a capital da Bulgária (1215 e Sofia, se você estiver se perguntando). É muito fácil, na era de testes de alto risco e batalhas por políticas educacionais, perder o controle de muitos dos outros valores que as crianças aprendem quando estão na escola. Eles não apenas adquirem conhecimento factual, mas também aprendem a socializar e a processar suas emoções e sentimentos. Praticamente todas as interações em sala de aula são uma oportunidade para os alunos se desenvolverem social e emocionalmente.

O desenvolvimento social e emocional envolve o crescimento da capacidade de uma pessoa de compreender suas próprias emoções e interações, bem como as emoções e interações dos outros. Embora o desenvolvimento social e emocional ocorra ao longo da vida, grande parte do desenvolvimento vital ocorre durante a infância (abaixo dos 18 anos). É nessa época, quando as crianças estão vivenciando muitas situações sociais e emocionais pela primeira vez, que os traços para a vida toda podem ser desenvolvidos.

Papel da Sala de Aula

A maioria das crianças passa mais tempo na escola do que em qualquer lugar que não seja sua própria casa, portanto, a sala de aula desempenha um papel fundamental no desenvolvimento de suas habilidades sociais e emocionais. Ao interagir com seus colegas, as crianças aprenderão muitas habilidades, como lidar com conflitos, trabalho em equipe, como gerenciar relacionamentos e como exercer um controle consciente sobre seus próprios pensamentos. As interações com os professores podem ensiná-los a respeitar a autoridade, seguir instruções, interagir com os adultos e operar com a autonomia adequada.

Como todos os aspectos da aprendizagem, as questões sociais e emocionais não devem ser deixadas ao acaso. Da mesma forma que um professor planejaria uma aula de matemática ou ciências, ele deve desenvolver planos de aula, metas e objetivos específicos para atividades de desenvolvimento social e emocional. Isso não quer dizer que não seja possível trabalhar o desenvolvimento de bons traços sociais e emocionais nas aulas tradicionais. Um bom professor terá como objetivo combinar todos os aspectos de aprendizagem e desenvolvimento em uma atividade.

Atividades de amostra

  • Desastre natural: Quando ocorre um desastre natural, surge uma oportunidade de aprendizado para ajudar os alunos a aprender a lidar com sentimentos difíceis. Por exemplo, se um terremoto ocorreu em uma parte diferente do mundo, os alunos podem querer saber como e por que isso aconteceu de uma perspectiva científica, mas eles também podem estar curiosos sobre como as pessoas, animais e meio ambiente foram afetados. Aqui, um professor pode aproveitar a oportunidade para ter uma discussão com seus alunos sobre seus sentimentos, talvez fazendo com que cada aluno escreva como está se sentindo e, em seguida, relacione-os no quadro. Em seguida, a classe, como um todo, pode falar sobre como isso os fez sentir. O professor também tem a oportunidade de tranquilizá-los sobre sua segurança e a validade de seus sentimentos.
  • Encenação de Conflito: Nesta atividade, os alunos são designados a um conflito entre dois ou mais deles e solicitados a criar uma pequena peça teatral. A dramatização deve incluir o evento que levou ao conflito, o conflito em si e uma maneira saudável de resolvê-lo. Antes desta lição, a classe deve aprender sobre como usar negociação, arbitragem, comunicação e mediação para resolver seus conflitos. Muitos alunos não têm necessariamente a oportunidade de ver a resolução saudável de conflitos em suas casas, então essa pode ser uma grande oportunidade de aprendizado.
  • Estatísticas de diversidade: embora possa ser desafiador trabalhar o desenvolvimento social e emocional nas aulas de matemática, utilizar estatísticas para explicar os vários tipos de diversidade é uma metodologia excelente. Ao utilizar os diversos bancos de dados de estatísticas raciais, étnicas, religiosas e econômicas, você pode ajudar a expandir a visão de mundo dos alunos. Existem várias maneiras de um professor moldar isso. Um exemplo pode ser cada aluno pegar uma característica específica, como status socioeconômico, consultar as estatísticas e criar tabelas ou gráficos para que possam explicar à classe como os diferentes status são representados em sua sociedade. Outra forma pode ser examinar sua vila, cidade ou mesmo bairro para ver como eles se encaixam nela. Esta lição deve ser feita com crianças mais velhas, visto que os conceitos matemáticos e sociais / emocionais são avançados.

É importante observar que, ao se envolver em atividades como as listadas aqui, há um grande potencial para ensinar aos alunos a mensagem errada. Da mesma forma que um professor pode, pela maneira como ele se comunica, transmitir uma crença vitalícia em habilidades matemáticas ruins ou reforçar a crença de um aluno de que eles são «burros», tentar ensinar habilidades sociais e emocionais de maneira inadequada pode prejudicar o desenvolvimento. É importante ser bem treinado ao tentar ensinar essas habilidades em sala de aula.

Resumo da lição

Vamos recapitular. O desenvolvimento social e emocional é o crescimento das habilidades de uma pessoa para compreender suas próprias emoções e interações, bem como as dos outros. Esse desenvolvimento é um processo contínuo, mas muito do trabalho de base é lançado na infância. As crianças se desenvolverão por meio da interação com seus colegas e adultos, e por meio de atividades intencionais. Os professores podem criar atividades objetivas com o único objetivo de estimular o desenvolvimento social e emocional ou podem adicionar esse aspecto a outras aulas mais tradicionais.